NOTÍCIAS - COLUNAS

Chamada de Textos - Boletim CTS em foco - Vol.3 Nº4

Coordenação temática: Lorena Cândido Fleury (UFRGS) e Gabriela Marques Di Giulio (USP)
Coordenação geral: Adriano Premebida (TEMAS/UFRGS)

A presente circular refere-se à publicação de out./dez. 2023.

Recebimento de artigos: Os artigos deverão ser enviados até 04 de março de 2024 para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

Confira as diretrizes para submissão: https://esocite.org.br/images/BOLETIM-CTS/PDF/Politica%20Editorial.CTS.em.foco.pdf

As mudanças climáticas têm cada vez mais se imposto como um tema chave na vida política contemporânea, nas mais distintas esferas: da formulação de políticas públicas à proposição de agendas de pesquisa, das estratégias de planejamento de setores corporativos à experiência cotidiana, atravessada pelos sucessivos eventos climáticos extremos que durante o ano de 2023 atingiram de norte ao sul do Brasil. 

No âmbito internacional, recentemente o acordo final da Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP 28, registrou pela primeira vez expressamente a necessidade de se colocar um fim à era dos combustíveis fósseis, mas de modo menos incisivo do que muitos esperavam, e ainda mantendo concessões à indústria de óleo e gás. Quais serão os reordenamentos na produção industrial e tecnológica em resposta à crise climática, e como tais medidas irão afetar a produção de conhecimento e de políticas públicas ainda são questões em aberto, a serem acompanhadas nos próximos anos.

Os Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias desde longa data têm sido um campo privilegiado de análises a respeito das transformações (ou ausência de transformações)
nas trajetórias tecnocientíficas (Callon, 1986); da participação política de componentes atmosféricos (Latour, 1994); e nos reordenamentos que as mudanças climáticas produzem nas formas estabelecidas de compreensão do lugar humano na natureza (Jasanoff, 2010). No cenário brasileiro, diferentes grupos de pesquisa têm se dedicado à análise das mudanças climáticas em suas diferentes implicações, enfatizando o lugar da ciência e da tecnologia em sua constituição como objeto de estudo. Nesse sentido, o presente boletim propõe-se a reunir contribuições de pesquisadoras e pesquisadores dos Estudos Sociais sobre Ciência e Tecnologia (ESCT)  sobre mudanças climáticas, visando discutir especialmente - mas não apenas - os seguintes temas:


a. adaptação e mitigação às mudanças climáticas;
b. mudanças climáticas e infraestruturas;
c. transições em curso (e.g.  energéticas, alimentar, de sustentabilidade);
d. interface ciência e política em torno das mudanças climáticas;
e. riscos, incertezas, controvérsias e crises;
f. enquadramentos discursivos e midiáticos sobre mudanças climáticas;
g. justiça climática;
h. coprodução de conhecimento e experiências transdisciplinares.

Consideramos que tais discussões irão qualificar o debate público a respeito das mudanças climáticas, valendo-se dos frutíferos rendimentos analíticos que os ESCT têm
a oferecer sobre essa temática.

CALLON, Michel. The sociology of an actor-network: The case of the electric vehicle. In: Mapping the dynamics of science and technology: Sociology of science in the real world. London: Palgrave Macmillan UK, p. 19-34,1986.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos. Editora 34, 1994.

JASANOFF, Sheila. A new climate for society. Theory, culture & society, v. 27, n. 2-3, p. 233-253, 2010.

CONTATOS

LOGO TRANSP

Fale conosco por meio dos contatos abaixo
ou envie-nos uma mensagem AQUI

E-mail: esocite.brasil@gmail.com

 facebook  facebook  facebook  facebook

DIRETORIA 2023 - 2025

Presidente:
Fabrício Neves (UNB/DF)
Vice-presidente:
Daniela Tonelli Manica (UNICAMP/SP)
Vice-presidente:
Julia S. Guivant (UFSC/SC)
 Secretária-geral:
Nilda Nazaré Pereira Oliveira (ITA/SP)
 1ª Secretário:
 Marko Monteiro (UNICAMP/SP)
 Tesoureiro:
Bráulio Silva Chaves (CEFET/MG)
 2ª Tesoureiro:
 Débora Allebrandt (UFAL/AL)