NOTÍCIAS - COLUNAS

Nota de Solidariedade ao povo do Rio Grande do Sul

conteudoimagem 1687614982 1 1 k 1

A Associação Brasileira de Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias - ESOCITE.BR se solidariza com a população do Rio Grande do Sul e suas irreparáveis perdas com as enchentes de 2024. Mas não estamos frente a um evento isolado. Trata-se de uma amostra do que pode estar por vir, caso medidas urgentes não sejam tomadas para evitar as consequências trágicas das mudanças climáticas.

É com consternação que acompanhamos a lentidão do poder público local na mobilização das atitudes de prevenção e proteção necessárias para acolher e cuidar da população afetada. E é com estranhamento que ouvimos as autoridades se referirem a esses eventos a partir de uma lógica de guerra, com menções a "cenários de guerra" e "Plano Marshall". Se se tratasse de uma "guerra" contra o meio ambiente, parece evidente que já a teríamos perdido. É preciso mudar as metáforas e as linguagens para lidar com as mudanças climáticas: co-existimos neste que é o nosso e único planeta, com outras espécies. E não será insistindo em impor nossos modos coloniais, extrativistas e antropocêntricos de existência à força que os problemas que estamos enfrentando serão resolvidos.

Conclamamos as autoridades para que as reconstruções que vão suceder esse momento trágico da história do nosso país sejam orientadas pelas transformações sociais urgentes e inadiáveis, necessárias para uma sociedade mais resiliente frente às mudanças climáticas: a redução drástica das emissões de carbono; a busca de uma transição energética com matrizes limpas e a abolição do uso de combustíveis fósseis; o fim da ocupação urbana das matas ciliares, margens e encostas de rios; a interrupção imediata do desmatamento e o reflorestamento urgente do nosso território; o incentivo a uma agricultura sustentável e à economia justa. É preciso também pressionar os países do norte global e grandes poluidores para que reduzam suas emissões de CO2 e compensem os países que mais têm sofrido e poderão sofrer os efeitos das mudanças climáticas.

Assim como as endemias, epidemias e pandemias que temos enfrentado, esses eventos climáticos extremos estão intensificados por um modelo econômico autodestrutivo e pela inação de governos e projetos políticos. Particularmente no Rio Grande do Sul houve diversos problemas, como a falta de investimento em planos de prevenção frente a desastres ambientais e a flexibilização do Código Florestal Estadual. É urgente uma política de mitigação nacional acompanhada pela rápida recomposição das estruturas institucionais de pesquisa e formulação de políticas de ciência e tecnologia no campo ambiental, com a preparação do poder público para acolher a nossa população cada vez mais vítima da injustiça ambiental.

Se você pode e deseja contribuir, utilize os canais: 

Movimento dos Atingidos por Barragens - MAB
PIX (CNPJ): 73.316.457/0001-83
Banco do Brasil: 001 Associação Nacional dos Atingidos por Barragens (ANAB)
Agência: 1230-0
Conta Corrente: 118.806-2

Movimento dos Pequenos Agricultores - MPA

PIX: 33.654.419/0010-07
Banco do Brasil
Agência 1248 - 3
Conta corrente: 55450-2

Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra - MST

PIX: 09.352.141/0001-48
Banco: 350
Agência: 3001
Conta: 30253-8

Casa do Estudante da UFRGS - CEU
PIX: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(no nome de Wellington Porto)
[A CEU (Casa do Estudante da UFRGS) abriga estudantes que estão sem água potável. A maioria é do interior e não conta com rede de apoio em… | Instagram]

Campanha do Conselho Indigenista Missionário (CIMI) em parceria com a ARPINSUL e APIB
b75bbc9a 17b0 42c6 8246 b14391bc41bb

CONTATOS

LOGO TRANSP

Fale conosco por meio dos contatos abaixo
ou envie-nos uma mensagem AQUI

E-mail: esocite.brasil@gmail.com

 facebook  facebook  facebook  facebook

DIRETORIA 2023 - 2025

Presidente:
Fabrício Neves (UNB/DF)
Vice-presidente:
Daniela Tonelli Manica (UNICAMP/SP)
Vice-presidente:
Julia S. Guivant (UFSC/SC)
 Secretária-geral:
Nilda Nazaré Pereira Oliveira (ITA/SP)
 1ª Secretário:
 Marko Monteiro (UNICAMP/SP)
 Tesoureiro:
Bráulio Silva Chaves (CEFET/MG)
 2ª Tesoureiro:
 Débora Allebrandt (UFAL/AL)